Os presos na Operação Asafe, que investiga a venda de sentença no Judiciário mato-grossense, foram soltos no sábado. Dos nove presos, apenas sete ainda estavam detidos desde terça-feira (18).

De acordo com as investigações, os envolvidos são acusados por práticas de exploração de prestígio, corrupção ativa e passiva e formação de quadrilha. As investigações tiveram início em 2007, quando a Polícia Federal de Goiás detectou um esquema de venda de sentença no estado.

Na terça-feira (25), uma auditoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) será realizada no setor de informática do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) para saber se houve falha no sistema de distribuição de processos, pois há denúncias de que as ações estariam sendo direcionadas, podendo caracterizar venda de sentença…

Continue Lendo: Advogados presos na Operação Asafe são liberados depois de 5 dias

Tags: , , ,

Esta entrada foi postada em segunda-feira, 24 maio, 2010 as 11:13 e está arquivada em Informações Jurídicas. Você pode acompanhar quaisquer respostas a está entrada através do RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou trackback a partir do seu próprio site.