AMB,escuta,prisão,legal,OAB,compara,ditadura

As escutas instaladas no presídio federal de Mato Grosso do Sul tornaram-se motivo para um embate público entre a Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), favorável à medida, e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), contrária. Nesta quarta-feira, a AMB e a OAB paulista divulgaram notas a respeito.

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) diz que a autorização para a instalação das escutas telefônicas, dada pelo juiz federal Odilon de Oliveira, “é legal e não cabem questionamentos em relação à decisão”. Segundo a entidade, a instalação dos sistemas eletrônicos de escuta, no final de 2007, foi motivada por “seguros indícios de que estaria sendo articulado um plano para sequestrar autoridades e seus parentes”.

“A finalidade seria a posterior troca dos sequestrados pela liberdade de criminosos como Marcola, o líder do PCC, Beira-Mar, chefe do Comando Vermelho, Juan Carlos Abadia, colombiano depois extraditado para os Estados Unidos , e José Reinaldo Girotti, um dos assaltantes do Banco Central em 2005”, disse a entidade…

Continue Lendo: AMB diz que escuta em prisão é legal; OAB compara a ditadura

Tags: , , , ,

Esta entrada foi postada em segunda-feira, 28 junho, 2010 as 10:42 e está arquivada em Informações Jurídicas. Você pode acompanhar quaisquer respostas a está entrada através do RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou trackback a partir do seu próprio site.