Defensoria Pública consegue liberdade à deficiente visual preso e torturado por policiais

Supostamente acusado de praticar o crime de furto qualificado na Comarca de Ribeirão Cascalheira (877 Km de Cuiabá), o deficiente visual U.S.L. foi encaminhado para a cadeia pública de Canarana-MT.

Preso em situação de flagrante, o acusado, à mercê do abuso de autoridade empregada pelos policiais, sofreu sessões de tortura, fato constatado no exame de corpo de delito. Mesmo uma semana após a prisão, U.S.L. ainda guardava marcas das agressões sofridas, visíveis em hematoma no olho direito. Diante da ilegalidade da atitude perpetrada pela autoridade policial, a Defensora Pública daquela Comarca, Maria Lucia Prati, ingressou com pedido de relaxamento de prisão do acusado, amparada na Constituição Federal (CF), postulando a sua soltura imediata…

Continue Lendo: Defensoria Pública consegue liberdade à deficiente visual preso e torturado por policiais

Tags: , , , ,

Esta entrada foi postada em quinta-feira, 04 agosto, 2011 as 08:59 e está arquivada em Informações Jurídicas. Você pode acompanhar quaisquer respostas a está entrada através do RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou trackback a partir do seu próprio site.