Posts Arquivados 'aposentadoria rural rio preto'

Rio-pretenses, SP, reclamam da demora ao pedir revisões do INSS

Reajuste é direito dos beneficiários, mas resposta demora até um ano.
Demora, segundo o órgão, é por causa da demanda de serviço.
Usuários do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) que entraram com pedido de revisão de benefício na região noroeste paulista estão com problemas para receber o que tem direito. A falta de informação é o principal problema, segundo eles.
O reajuste é um direito dos beneficiários, mas a resposta se a pessoa tem ou não direito a este benefício demora até um ano. A auxiliar de enfermagem de São José do Rio Preto (SP), Maria Ângela da Silva ficou afastada do serviço durante três anos. Ela teve problemas psicológicos e entrou no auxilio doença…

Continue lendo: Rio-pretenses, SP, reclamam da demora ao pedir revisões do INSS

Tags: , , , , , , ,

Ministério Público investiga falhas no transporte coletivo de Rio Preto, SP

O Ministério Público vai apurar supostas irregularidades no transporte coletivo de São José do Rio Preto (SP). A frota não é 100% adaptada para deficientes físicos e existe ainda a suspeita de que nem todos os ônibus estariam sendo usados, causando atrasos em algumas linhas. Um inquérito foi aberto depois de denúncia do Jornal Bom Dia.

Para a atleta deficiente Joana Batista da Silva, pegar o ônibus em Rio Preto é uma verdadeira maratona.  A falta de fiscalização na manutenção dos ônibus é o principal problema para ela. “Muitos ônibus estão com a plataforma da acessibilidade quebrada. E o defeito mostra que falta uma melhor vistoria no equipamento”, afirma…

Continue Lendo: Ministério Público investiga falhas no transporte coletivo de Rio Preto, SP

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Nova lei seca não é bem recebida em Rio Preto

Objetivo é reduzir acidentes de trânsito e violência, mas pode diminuir receita de restaurantes e emprego.
Pelo menos em 17 das 83 mortes em acidentes de trânsito ocorridas em Rio Preto em 2010 havia o componente álcool.
Projeto de lei do deputado Campos Machado (PTB) quer proibir a venda de bebidas alcoólicas em todos os locais públicos do Estado, incluindo calçadas e praia.

Pasmo ao saber da proposta de Campos Machado, o presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Rio Preto, Paulo Roberto da Silva, afirma que o setor seria totalmente comprometido. “O impacto seria de 100%. É tão absurda essa proposta que não tenho nem o que dizer. Fomos pegos de surpresa. Estamos aguardando uma justificativa plausível do deputado.”

Rio Preto tem cerca de 1,7 mil bares e restaurantes e pelo menos 90% sofreriam com a lei, se aprovada. “Dos 3 mil trabalhadores no setor, pelo menos 2,7 mil perderiam o emprego”, estima Jamil Fratantonio, secretário administrativo do sindicato dos empregados…

Continue Lendo: Nova lei seca não é bem recebida em Rio Preto

Tags: , , , , , , , , , , , ,